top of page

A importância do Pentest na proteção contra ataques cibernéticos na área da saúde

Nos últimos anos, o setor de saúde tem sido alvo frequente de ataques cibernéticos, representando uma ameaça significativa à segurança dos dados e à integridade dos sistemas


Nos últimos anos, o setor de saúde tem sido alvo frequente de ataques cibernéticos, representando uma ameaça significativa à segurança dos dados e à integridade dos sistemas. Com a crescente digitalização dos registros médicos e a troca de informações sensíveis por meio de dispositivos conectados, a vulnerabilidade do setor aumentou exponencialmente. Diante dessa realidade preocupante, o Pentest (teste de invasão), destaca-se como uma ferramenta fundamental para a identificação e mitigação de vulnerabilidades nos sistemas de saúde, protegendo a privacidade dos clientes e a continuidade dos serviços médicos.


Um dos principais tipos de ataques cibernéticos direcionados à área da saúde é o ransomware, onde os hackers criptografam os sistemas e exigem resgate para restaurar o acesso aos dados. Outros ataques comuns são o phishing, que envolve a utilização de e-mails ou mensagens falsas para enganar os usuários e obter informações confidenciais, e os ataques de negação de serviço, que sobrecarregam os sistemas, tornando-os inacessíveis.


Mais de 300 instituições de saúde no Brasil foram afetadas por ataques cibernéticos em 2020, de acordo com dados da SBIS. Isso representa um aumento de 40% em relação ao ano anterior. Os hackers têm como objetivo obter acesso a informações sensíveis dos pacientes, como registros médicos, informações de seguro e dados de identificação pessoal.


Esses dados demonstram que o Brasil enfrenta desafios significativos no campo da segurança cibernética na área da saúde. Assim como nos Estados Unidos, esses ataques têm consequências graves, incluindo o risco de violação de privacidade dos pacientes e o potencial de extorsão e fraudes.


Diante dessa crescente ameaça, é fundamental que as instituições de saúde brasileiras fortaleçam suas medidas de segurança cibernética, implementando protocolos robustos de proteção de dados e colaborando com especialistas em segurança para identificar e combater as vulnerabilidades existentes. Além disso, é importante conscientizar os profissionais de saúde e os pacientes sobre as práticas de segurança cibernética, a fim de mitigar os riscos e garantir a proteção das informações confidenciais.


O Pentest é uma técnica de segurança cibernética que envolve a simulação controlada de ataques cibernéticos para identificar vulnerabilidades nos sistemas e redes de uma organização, permitindo que as instituições de saúde identifiquem falhas de segurança e vulnerabilidades nos seus sistemas antes que sejam explorados por hackers mal-intencionados. Ao detectar essas vulnerabilidades, medidas corretivas podem ser implementadas para reforçar a segurança dos sistemas. Ao realizar Pentests regulares, as instituições de saúde podem identificar e corrigir vulnerabilidades antes que sejam exploradas por hackers, prevenindo assim a ocorrência de ataques cibernéticos. Isso é crucial para garantir a continuidade dos serviços médicos e a privacidade dos clientes.


O Pentest também desempenha um papel essencial na conformidade com a regulamentação de proteção de dados, como a Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD). Ao realizar auditorias regulares de segurança, as instituições de saúde podem demonstrar seu compromisso em proteger as informações pessoais dos pacientes e evitar penalidades legais.


À medida que a área da saúde se torna mais digitalizada, a proteção contra ataques cibernéticos torna-se uma preocupação crítica. Os ataques direcionados à área da saúde representam uma ameaça real à segurança dos dados dos pacientes e à continuidade dos serviços médicos. Ao adotar medidas proativas de segurança cibernética, como o Pentest, as instituições de saúde podem se preparar melhor para enfrentar os desafios emergentes e proteger os dados sensíveis dos clientes.


A proteção da área da saúde contra ataques cibernéticos é uma responsabilidade coletiva que exige a colaboração de profissionais especializados, instituições de saúde e órgãos reguladores para garantir a segurança e a integridade dos sistemas, preservando assim a confiança e bem-estar do público.


Para fortalecer a segurança cibernética das instituições de saúde e mitigar os riscos de ataques, recomendamos a realização de testes de penetração (Pentest) e treinamentos de conscientização em phishing. Essas medidas podem ajudar a identificar e corrigir vulnerabilidades em sistemas e redes, além de educar os profissionais de saúde sobre os perigos do phishing e como evitá-lo.


Se você está buscando soluções confiáveis de Pentest e treinamento em phishing para sua instituição de saúde, entre em contato conosco. Nossa equipe de especialistas está pronta para fornecer serviços personalizados de segurança cibernética, ajudando a proteger seus sistemas e garantindo a privacidade dos dados dos pacientes. Juntos, podemos fortalecer a segurança da informação na área da saúde.



Guilherme Paglioni de Oliveira

Analista de Sistemas - Smart Services




65 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Commentaires

Noté 0 étoile sur 5.
Pas encore de note

Ajouter une note
bottom of page