top of page

Hospedar em Servidores em nuvem ou VPS? E agora?

É muito comum ter dúvida sobre qual tipo de hospedagem utilizar para publicar seu site ou solução. Os servidores em nuvem (cloud servers) e os servidores privados virtuais (VPS - Virtual Private Servers) são duas opções muito comum para hospedagem e computação.

Antes de entendermos as diferenças é importante destacar que o SMART CLOUD é uma solução de servidores em nuvem e não VPS. Assim como, temos que destacar que são produtos completamente diferentes, o preço da hospedagem VPS é menor, contudo, suas garantias e capacidade de escala do projeto são limitadas. Vamos entender na sequência:


1. Diferenças de Infraestrutura e Arquitetura


A. VPS (Servidor Privado Virtual)

  • Isolamento: Um VPS é uma parte de um servidor físico maior, dividido em várias partições virtuais. Cada partição atua como um servidor dedicado, mas compartilha os recursos do servidor físico subjacente com outras VPS.

  • Recursos: Os recursos (CPU, RAM, armazenamento) são alocados de forma fixa a cada VPS. Embora você tenha um ambiente isolado, o desempenho pode ser afetado se outros VPS no mesmo servidor físico consumirem muitos recursos.

  • Escalabilidade: A escalabilidade é limitada. Para aumentar recursos, geralmente é necessário migrar para um plano maior ou para outro servidor.


B. Servidor em Nuvem

  • Isolamento: Os servidores em nuvem são instâncias virtuais que rodam em uma infraestrutura de nuvem, composta por múltiplos servidores físicos interconectados.

  • Recursos: Os recursos são altamente flexíveis e podem ser ajustados dinamicamente. Você pode aumentar ou diminuir os recursos (CPU, RAM, armazenamento) conforme necessário, sem precisar migrar para outro servidor.

  • Escalabilidade: Altamente escalável. É possível aumentar os recursos quase instantaneamente e pagar apenas pelo que é usado, o que é ideal para cargas de trabalho variáveis.


2. Confiabilidade e Desempenho


A. VPS (Servidor Privado Virtual)

  • Confiabilidade: A confiabilidade depende do hardware físico do servidor. Se o servidor físico falhar, todos os VPS nele também falham.

  • Desempenho: O desempenho pode variar dependendo do uso de recursos por outros VPS no mesmo servidor físico.


B. Servidor em Nuvem

  • Confiabilidade: Altamente confiável. A infraestrutura de nuvem é distribuída, e se um servidor físico falhar, a carga pode ser automaticamente transferida para outro servidor na nuvem.

  • Desempenho: Geralmente mais estável e previsível, pois os recursos podem ser alocados e redistribuídos conforme necessário.


3. Gestão e Flexibilidade


A. VPS (Servidor Privado Virtual)

  • Gestão: Geralmente, o usuário tem mais controle sobre o ambiente do servidor, com acesso root/administrador para fazer customizações.

  • Flexibilidade: Oferece flexibilidade, mas com limitações de hardware. Reconfigurações podem exigir reinicializações ou migrações complexas.


B. Servidor em Nuvem

  • Gestão: Oferece tanto opções gerenciadas quanto não gerenciadas. Em uma solução gerenciada, o provedor de nuvem cuida da maior parte da administração.

  • Flexibilidade: Altamente flexível, com a capacidade de ajustar recursos e escalar rapidamente sem interrupções significativas.


4. Custo


A. VPS (Servidor Privado Virtual)

  • Custo: Geralmente, mais barato do que servidores em nuvem para configurações básicas ou médias. Os custos são fixos baseados no plano escolhido.


B. Servidor em Nuvem

  • Custo: Pode ser mais caro, especialmente para usos contínuos e intensivos, devido ao modelo de pagamento por uso. No entanto, oferece melhor custo-benefício para cargas de trabalho variáveis e escalabilidade.


Conclusão

A escolha entre VPS e servidores em nuvem depende das necessidades específicas do projeto. Mesmo em uma simples hospedagem de site, caso essa tenha como propósito o tráfego pago de campanhas de marketing digital, o volume de acesso à carga do site pode prejudicar o tempo de carregamento da landpage e por consequência impactar nos resultados da campanha se estiver em VPS.
Importante, caso deseja começar com VPS e depois migrar para Servidores em nuvem deve ser considerado o impacto e custo de migração. Ou seja, se o seu projeto tem características que irá demandar recursos de servidor em nuvem, já inicie em Nuvem.
Para startups e novos projetos, a Smart proporciona descontos significativos e também um período de avaliação gratuita. Entre em contato com nosso time.

Fabio Dacêncio Pereira

COO - Smart Services - Doutor em Segurança da Informação






3 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments

Rated 0 out of 5 stars.
No ratings yet

Add a rating
bottom of page